Assointerpreti nelle regioni
Italia Puglia Sicilia Campania Lazio Marche Toscana Emilia Romagna Veneto Friuli Venezia Giulia Trentino Alto Adige Lombardia Liguria Piemonte Valle d'Aosta Calabria Sardegna
WordReference.com
Històrico da interpretação

Non verbum de verbo, sed sensum exprimere de sensu.
(Cicero)

Il est incontestable que Babel veut dire confusion, parce que les langues se confondirent, et c'est evidemment depuis ce temps là que les Allemands n'entendent plus les Chinois.
(Voltaire)

Me parece que el traducir de una lengua a otra es como quien mira los tapices flamencos por el revés.
(Cervantes)

Parece que a tradução simultânea começou a ser utilizada durante o julgamento de Nuremberg, mas historicamente - tal como se considera atualmente - já tinha sido utilizada algumas décadas antes, ou seja, mais precisamente em 1927 por ocasião da Conferência Internacional do Trabalho de Geneve. Num mundo em que as fronteiras nacionais começavam a cair, um encontro de trabalho podia prever muitos participantes, idiomas diferentes e a necessidade de poupar o tempo à disposição.

Era evidente que a tradicional técnica da consecutiva começava a se tornar inadequada e graças a um ousado sistema de telefones, a tradução dos discursos e falas produziu-se, pela primeira vez, em tempo real.

Desde então, a tecnologia para a transmissão de sons progrediu muito, e hoje em dia os fones de ouvidos utilizados pelos congressistas captam as vozes dos intérpretes graças a sistemas requintados de transmissão via radio e/ou via raios infravermelhos. Mas com a criação da tradução simultânea, a figura profissional do intérprete também evoluiu, tornando-se cada vez mais especializada.

Eliminaram-se assim os pontos fracos típicos da tradução consecutiva: duração prolongada dos discursos, deu-se uma solução de continuidade à exposição, foram desaparecendo as pausas intermináveis, a falta de correlação entre a fala e as eventuais imagens apresentadas, a não centralidade do orador.

Os congressistas podem agora trabalhar com toda a tranqüilidade. É o tradutor simultâneo que está às suas "ordens", devendo reproduzir os seus pensamentos, as suas expressões, sem que haja a possibilidade de pedir esclarecimentos, ou que uma idéia seja repetida, sem que possa voltar atrás se já começou a frase...

E é só com muito exercício, neste caso até mais do que na tradução consecutiva, que se consegue alcançar aquela experiência necessária para uma tarefa deste gênero.

Não deve portanto surpreender se já no antigo Egito alguns altos funcionários tinham o cargo de Chefe Intérprete, ou se na China e na Índia, em épocas remotas, ou também na América pré-colombiana, a historia dos intérpretes é antiga.

Ricerca rapida interpreti Richiesta preventivo on-line
Area soci riservata
Username

Password